Geral

Chef francês faz duras críticas à legislação trabalhista brasileira e diz que “arroz, feijão e farofa” são comida de pobre. Como é em Portugal?

Olá amigos! Sabadão de sol aqui em São Paulo e muitas festas em Portugal, principalmente em Porto. Parece até revéillon, mas não é…

Vamos aos fatos.

Uma reportagem da revista Veja, que começou a circular neste sábado (24/06), está repercutindo bastante aqui no Brasil. A seção Páginas Amarelas traz entrevista com o chef francês Erick Jacquin, feita pelo jornalista Marcelo Marthe.

Ele ganhou fama por aqui principalmente depois de fazer parte do programa MasterChef Brasil, exibido na TV Band e líder de audiência na televisão aberta.

Jacquin já teve restaurante aqui no Brasil e faliu depois de enfrentar na Justiça muitos problemas com ex-funcionários. Diz que está pagando todas as dívidas na Justiça com cada um dos colaboradores.

Mas o que realmente chamou a atenção na reportagem não foram as histórias da culinária francesa, mas as severas críticas que ele fez ao atual sistema trabalhista brasileiro.

“A legislação trabalhista brasileira é a maior vergonha do mundo. Há muita gente querendo empregar, mas ninguém quer se arriscar. Nunca mais vou assinar uma carteira de trabalho”, afirma Jacquin.

O blog www.portugalonline.com.br não vai entrar em discussões políticas, mas chama os leitores para trocarem informações sobre como é o formato de contratação de funcionários no Brasil e em Portugal.

Como é empreender em Portugal?

Leia mais sobre Erick Jacquin na revista Veja aqui.

Até a próxima!

um comentário

  1. Como funciona a legislação trabalhista atualmente em Portugal? Parabéns pelo blog!!!

Comente!