Vistos

Conheça todos os tipos de vistos para morar em Portugal

Tudo bem? Hoje você vai conhecer todos os tipos de vistos para morar em Portugal, sejam de estudante, de trabalho, de renda etc. Fala-se muito no D2 (para empreendedores) e no D7 (para quem tem renda, como aposentados), mas não é só isso. Portugal tem 14 tipos de vistos, além do Golden Visa, que é para quem faz investimentos imobiliários no país.

Reproduzimos abaixo uma lista dos tipos de vistos, segundo o escritório Martins & Oliveira Advogados Associados, especializado no assunto e na obtenção de cidadania portuguesa. Também publicamos dois vídeos com entrevistas exclusivas com o advogado Flávio Peron (sobre vistos) e com Ema de Oliveira (sobre cidadania portuguesa.

Conheça todos os tipos de vistos para morar em Portugal

Independentemente do visto que você vá solicitar, será exigido:

  • Comprovação de alojamento (onde vou ficar durante essa estadia)
  • Seguro médico internacional (em alguns casos o seguro de saúde privado pode ser substituído pelo PB4)
  • Passaporte
  • Renda (comprovar renda referente ao período de permanência em Portugal)

O Martins & Oliveira lembra que cada procedimento de visto é diferente e por isso o Consulado pode solicitar mais informações e documentos além desses listados acima. Os advogados Flavio Peron e Ema Oliveira alertam também para que o interessado no visto não compre passagens sem ter o visto autorizado e a documentação em mãos.

Simule os preços de aluguéis e compra de imóveis em Portugal

Pesquisa mostra as melhores cidades para viver em Portugal. Baixe grátis!

Vistos de longa duração para Portugal (mais de um ano)

D1 – Visto de Residência para Exercício de Atividade profissional Subordinada (visto para trabalho);
D2 – Visto de Residência para Exercício de Atividade profissional Independente e para Imigrantes Empreendedores;
D3 – Visto de Residência para Atividade de Investigação ou Altamente Qualificada;
D4 – Visto de Residência para Estudo, Intercâmbio de Estudantes, Estágio Profissional ou Voluntariado;
D5 – Visto de Residência no Âmbito da Mobilidade dos Estudantes do Ensino Superior;
D6 – Visto de Residência para Efeitos de Reagrupamento Familiar;
D7 – Visto de Residência para Aposentados e Pessoas com Rendimentos.

Vistos de curta duração para Portugal (para um ano ou menos)

E1 – Visto de Estada Temporária para Tratamento Médico;
E2 – Visto de Estada Temporária para Transferência de Cidadãos nacionais /OMC (prestação de serviços ou formação profissional);
E3 – Visto de Estada Temporária para exercício de Atividade profissional subordinada ou independente temporária;
E4 – Visto de Estada temporária para exercício de Atividade de Investigação ou Altamente Qualificada;
E5 – Visto de Estada Temporária para o exercício de Atividade Desportiva Amadora;
E6 – Visto de Estada temporária para cumprimento de compromissos internacionais e estudo;
E7 – Visto de estada Temporária para Acompanhamento de Familiar em tratamento.

Há também o Golden Visa, que é a autorização de residência temporária para investidores em Portugal.

Para saber mais sobre todos os tipos de vistos para Portugal, fale direto com o escritório Martins & Oliveira Sociedade de Advogados. Clique aqui!



Booking.com

Comente!